Verbete organizado
por:

Nadilza Moreira

 



Júlia Lopes de Almeida


Bibliografia Sobre a Autora:

 

INDICAÇÕES DE LEITURA SOBRE
JÚLIA LOPES DE ALMEIDA

 

AMADO, Gilberto. A chave de Salomão e outros escritos. Rio de Janeiro:

Francisco Alves, 1914. p. 259-63.

UM ASPECTO inédito da personalidade de D. Júlia Lopes de Almeida. A

Gazeta, São Paulo, 09 de junho, 1939.

AUSTREGÉSILO, A. Perfil da mulher brasileira: esboço acerca do

feminismo no Brasil. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1923.

OS AUTORES da Casa Verde. A Gazeta, São Paulo, 14 de junho, 1922.

BERNADES, Maria Thereza Caiuby Crescente. Mulheres Educadas: Rio de

Janeiro do Século XIX (1840-1890). São Paulo, 1983. 231p. Tese

(Doutoramento em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e

Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

 

BRITO BROCA, J. As mulheres na literatura brasileira. In: __ . Românticos,

pré-românticos e ultra-românticos. São Paulo: Polis, 1979. p.76-79.

BRUNO, Ernani Silva. O romance paulista de uma autora carioca. D.O.

Leitura, v.3, n.23, jun.1984.

CADERNOS N5. Rio de Janeiro:Academia Carioca de Letras, 1943, p.21-74.

CELSO, Afonso. Homenagem à Dona Júlia Lopes de Almeida. In: Rev. Acad.

Bras. Letr., v.48, p.259-261, abr. 1935.

MARTINS, Wilson. História da inteligência brasileira: 1897-1914. São

Paulo: Cultrix, 1978. v.5, p.11-12.

MENDONÇA, Lúcio de. As três Júlias. Almanaque Brasileiro Garnier, v.5,

p. 246-249, 1907.

MENEZES, Raimundo de. Dicionário literário brasileiro. São Paulo: Saraiva,

1969. v.3.

A MENSAGEIRA: Revista Literária Dedicada à Mulher Brasileira, 1897-

1900. São Paulo: Secretaria de Estado da Cultura, 2vls., 1987. (Edição

fac-similar).

MOREIRA, Nadilza M. B. A condição feminina em Júlia Lopes de Almeida e

Kate Chopin. São José do Rio Preto, 1998. 224p. Tese (Doutorado em

Letras) - Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade

Estadual Paulista.

PEREIRA, Lúcia Miguel. Prosa de ficção: de 1870 a 1920. 2. Ed. Rio de

Janeiro: José Olympio, 1957. p. 255-271.

RIO, João do. O momento literário. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca

Nacional, Depto. Nacional do Livro, 1994. p. 28-37.

SADLIER, Darlene J. Modernidade e feminino em Eles e elas de Júlia Lopes

de Almeida. Travessia: Cruz e Sousa, S.C., n.26, p.233-242, 1993.

SHARPE, Peggy. A política maternalista na obra de Júlia Lopes de Almeida.

In: CONGRESSO INTERNACIONAL O ROSTO FEMININO DA

EXPANSÃO PORTUGUESA, 2, 1994, Lisboa. ACTAS ... Lisboa:

Comissão para Igualdade e para os direitos das mulheres, 1994.p. 581-589.

TELLES, Norma. Encantações: escritoras e imaginação literária no Brasil,

século XIX. São Paulo, 1987. 531pp. Tese (Doutoramento em ciências

Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

___. Escritoras, escritas, escrituras. In: História das mulheres no Brasil. São

Paulo: Contexto, UNESP, 1997. Cap. 12. p. 401-442.

VAI ser paga uma dívida da inteligência brasileira. O Globo, Rio de Janeiro,

03 de mar. 1939.

VERÍSSIMO, José. Um romance da vida fluminense. In: __. Estudos de

literatura brasileira. Rio de Janeiro: H. Garnier, 1910. p. 141-151.

___. Letras e literatos. Rio de Janeiro: José Olympio, 1936.

VÍCTOR, Nestor. A crítica de ontem. Rio de Janeiro: Leite Ribeiro e Maurillo,

1919. p. 217-220.

XAVIER, Elódia. Júlia Lopes de Almeida: o discurso do outro. Travessia:

Mulheres século XIX, n. 23, p. 178-184, 1992.